DICAS PARA MEMORIZAR OS CONTEÚDOS ESTUDADOS

 

Uma das maiores dificuldades dos estudantes é memorizar todo o conteúdo que foi passado. Afinal, são tantas atividades, trabalhos, provas… muita coisa para assimilar de uma vez. 

Uma estratégia muito comum e bastante utilizada pelos alunos é ler várias e várias vezes determinado tópico achando que assim vai fixar na cabeça. Infelizmente, isso na verdade é uma grande perda de tempo. É muito mais vantajoso estudar por 1 hora com concentração do que passar o dia inteiro folheando páginas, com a falsa sensação de estudo.

Para facilitar a sua vida de estudante, leia esse artigo até o final e conheça várias técnicas que você pode utilizar para te ajudar a memorizar os conteúdos.

Crie acrônimos

Acrônimos são siglas que você pode criar para ficar mais fácil de lembrar os nomes de determinados processos que não exigem um contexto muito grande. 

Por exemplo, os 5 fundamentos do direito administrativo são: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Essas são palavras difíceis de lembrar, mas juntando suas iniciais, formam a sigla LIMPE, que é muito mais fácil de memorizar. 

Assim você consegue fazer a associação e fixar o conteúdo.  

Faça resumos 

Resumos são a estratégia mais conhecida e, provavelmente, a mais utilizada também. Basicamente, nos resumos você reescreve as partes mais importantes com as suas próprias palavras, e o ato de pensar para reformular as frases faz com que a matéria acabe fixando na memória. 

Monte mapas mentais

De mãos dadas com os resumos (porém, nem tanto), os mapas mentais são uma técnica que consiste em montar esquemas com o conteúdo, como se fossem resumos, mas mais objetivos, com palavras-chaves, cores, símbolos e setas para organizar as informações. 

Se você é uma pessoa que tem mais facilidade para assimilar conteúdos de forma visual, esse método será muito eficaz no seu caso.  

Faça associações

Essa estratégia pode parecer engraçada e até inusitada, mas acredite, funciona! Basicamente, nessa técnica você cria narrativas na sua cabeça para associar uma questão à resposta. Por exemplo:

Suponhamos que você está aprendendo a falar inglês e quer memorizar a palavra “window” (janela). Pensar em uma frase como “estou ‘window’ fechar a janela” soa muito bizarro, mas é justamente isso que te fará gravar o significado da palavra. 

É fácil esquecer coisas cotidianas, mas situações atípicas geralmente são as que mais ficam marcadas na nossa cabeça. 

Fale em voz alta / autoexplicação

Ler um material concentrado e em voz alta também pode te ajudar a memorizar o conteúdo. Para aumentar o efeito dessa tática você ainda pode, depois de uma pausa, tentar explicar pra si mesmo do que se trata aquela tópico que você acabou de ler. 

Faça pausas

Já é comprovado cientificamente que fazer pausas durante o estudo melhora a absorção e a memorização do conteúdo. O ideal é separar a matéria em blocos de 25 minutos de estudo e 5 de pausa. 

Esse movimento ajudará a não te deixar com a sensação de exaustão após algumas horas e tornará a aprendizagem menos cansativa.  

Revise 

Reler o material todo muitas vezes não vai te ajudar a realmente memorizar o conteúdo, porém, fazer uma revisão é essencial. Depois de um tempo que você estudou, reveja os seus resumos e mapas mentais para refrescar o conteúdo na cabeça. 

Com todas essas dicas, você termina esse artigo preparado para aprender qualquer coisa e passar em qualquer prova! Bons estudos!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 FAEM. Todos os direitos reservados